O que é conteúdo evergreen?

O dicionário define “evergreen” como as plantas que não perdem as suas folhas, que durante todo o ano permanecem verdes e frescas. E a mesma lógica se aplica quando se usa o termo no mundo do marketing de conteúdos: trata-se de conteúdo que não perde relevância. Passa um dia, três semanas, seis meses e este conteúdo continua popular, sem precisar de grandes atualizações. Há sempre alguém algures a pesquisar sobre o tema.

Por exemplo, o artigo “Sabe quanto custa o seu ad blocker à indústria do marketing digital?” no nosso blog foi relevante na altura em que saiu, porque fala de estatísticas e números de uma determinada altura, números que sabíamos que acabariam por se tornar desatualizados. Já o “Como fazer um plano de marketing de conteúdos?” tem o potencial para se manter relevante durante muito tempo e vão perceber porquê ao longo deste artigo.

Estas publicações têm algumas características que deverão assegurar que aquela que estão a escrever também tem. Algumas das mais importantes:

  • Tratam de tópicos claros, “básicos”: temas específicos satisfazem necessidades específicas. O tema que escolher tem também de ter uma grande importância para o seu público-alvo e não deverá ser muito complexo, porque princípios base raramente mudam.
  • Têm um formato simples: optar por um formato que a maior parte dos leitores prefere é o caminho a seguir para se criar um artigo evergreen. Formatos fáceis de ler, como listas de favoritos, dicas e artigos estilo Wikipedia, são exemplos que costumam chamar a atenção da audiência. E, claro, imagens, vídeos e infográficos vão enriquecer ainda mais a publicação e torná-la mais atrativa e envolvente.
  • Estão bem otimizados: nunca, nunca, se esqueçam de fazer a vossa pesquisa de keywords quando estiverem a criar o vosso conteúdo evergreen. Quanto melhor otimizado ele estiver, mais vezes será visualizado e partilhado. Otimização on-page e de imagens, essenciais!
  • Dirigem-se a principiantes: Quem nunca pesquisou dicas e truques acerca de coisas sobre as quais pouco ou nada sabe? Se pensarmos bem, uma pessoa que recorra a um artigo mais antigo, em princípio, estará à procura de conteúdo base sobre o tema. Por isso, escrevam para os rookies e vão ver a vossa publicação durar e durar.
  • E porque devo apostar neste tipo de conteúdo?

    Nos dias que correm saem, por dia, mais de dois milhões de artigos na Internet. No meio de tanto conteúdo, com certeza conseguem imaginar que muito acaba por se perder. Mas os artigos evergreen e a sua intemporalidade têm maiores probabilidades de superar essa dificuldade e de se tornarem uma fonte de vantagens em vários aspetos:

  • Tráfego: esta não precisa de grande explicação. Tendo lido o artigo até aqui, conseguem perceber porque é que estes artigos são excelentes para gerar tráfego, ou não?
  • Leads: mais tráfego = maior probabilidade de geração de leads. Este tipo de conteúdo vai construir uma imagem de confiança associada à vossa marca, que poderá vir a ajudar nas vendas. Incluam uns quantos calls-to-action ao vosso artigo e potenciem ainda mais esta vantagem!
  • Partilhas: artigos intemporais são muitas vezes vistos como de maior qualidade do que artigos sobre trending topics e, por isso, as pessoas partilham-nos nas suas páginas nas redes sociais com muito mais facilidade.
  • 3 ideias de conteúdo evergreen

    Guias “How-to”

    As indústrias evoluem mas, independentemente disso, alguém a iniciar-se em determinada área terá as mesmas questões base que peritos um dia tiveram. É por essa razão que artigos de “How-to” são um excelente exemplo de conteúdo evergreen: respondem a uma questão que nunca deixará de existir.

    Casos de estudo

    O nosso case do Inspira Santa Marta Hotel, que saiu em maio de 2016, por exemplo, é o segundo artigo do nosso blog com mais visitas no último ano. Vamos ver se continua a ser um sucesso nos próximos anos!

    Artigos anuais

    Artigos de análise do ano que acabou ou está para acabar são mais um ótimo exemplo de conteúdo evergreen: reúnem os acontecimentos de destaque daquele ano e funcionam como um resumo do mesmo. As pessoas adoram rever (e partilhar) aquilo que aconteceu e é por isso que estes artigos funcionam.

    Escrever conteúdo efémero tem vantagens: mostra que estão a par daquilo que se passa na indústria onde atuam e trata de temas bastante pesquisados durante um período de tempo, tendo por isso potencial para um pico de visitas ao vosso blog. Se derem uma vista de olhos pelo nosso blog rapidamente verão que nós publicamos esse tipo de conteúdo. O nosso conselho? Um bom mix entre intemporal e temporário!